A importância do catador na reciclagem

A importância do catador na reciclagem

 

Segundo estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), existem no Brasil entre 400 mil e 600 mil catadores de materiais recicláveis. Trabalhando em condições extremamente precárias, muitas vezes em lixões a céu aberto e com risco de contaminação e transmissão de doenças, esses trabalhadores são agentes essenciais para a reciclagem no país.

Mesmo sem políticas públicas orientadas para a coleta seletiva e a reciclagem na medida da necessidade, os catadores são os grandes responsáveis pelos altos índices de reciclagem no país. Em seu trabalho, os catadores realizam um serviço de utilidade pública, já que com a coleta do lixo e sua venda para reciclagem, diminuem a quantidade de materiais que, caso fossem descartados, ocupariam espaço em aterros e lixões, aumentando o volume de resíduos e diminuindo a vida útil desses espaços destinados ao descarte.

São os catadores que coletam, separam, transportam, acondicionam e, às vezes, beneficiam os resíduos sólidos, transformando o que antes era visto como lixo, inútil e pronto para ser descartado, em mercadoria, com valor de uso e de troca.

Com o passar dos anos, a organização dos catadores evoluiu, e hoje o catador saiu da rua e da catação em sacos de lixo, e vem se tornando um empreendedor. Reunidos em cooperativas, o trabalho dos catadores ganha outras proporções, com a possibilidade de coleta e tratamento de maiores quantidades de material reciclável e, consequentemente, sua venda com a geração de mais renda para cada cooperado. Segundo o Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável, em 2006 já eram 450 cooperativas formalizadas, com mais de 35 mil catadores cadastrados.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

Inclusão Socioprodutiva

A ACAMAR tem hoje dezenas de chefes de família, em sua maioria Catadoras. Além de gerar trabalho e renda tem um cunho social muito significativo.

UM DIA NO PARQUE

UM DIA NO PARQUE é uma campanha que acontece desde 2018, e objetivo é que as pessoas ocupem as áreas verdes urbanas e UCs para lazer,

Construindo nossa história!

O Cooperado Alexandre Gomes , percebendo a necessidade de organização dos eletrônicos montou um espaço para melhor acondicionar os pallets. Atualmente a ACAMAR tem parceria

VOCÊ SABIA?

Os equipamentos elétricos e eletrônicos possuem diversos componentes tóxicos em suas estruturas. Se descartados de maneira incorreta, esses resíduos podem contaminar o solo e os

Projeção Social.

A ACAMAR executa um trabalho fundamental em Capão Bonito. Porém, mesmo assim não tem a visibilidade e participação popular que necessita. Partindo desta compreensão a