IWrc Program Spotlight: ACAMAR

IWrc Program Spotlight: ACAMAR

A ACAMAR (Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Capão Bonito) é uma cooperativa de reciclagem de resíduos no município de Capão Bonito, em São Paulo, Brasil, uma das cidades que oferece coleta de resíduos recicláveis. A cooperativa “busca a melhoria contínua de [seus] associados e dos processos de coleta e destinação de materiais recicláveis, com foco na preservação do meio ambiente e na melhoria da qualidade de vida da comunidade”, (traduzido para o português). No início, as pessoas coletavam resíduos de um depósito de lixo perto do bairro. Com a ideia de retirar essas pessoas desse status, a Associação começou em 2000 e, em seus primeiros anos, atendeu a comunidade com o apoio da prefeitura e de menos de 10 coletores, incluindo Cristiano Ferreira, que recolheu resíduos de casas no bairro.

Da esquerda para a direita: Mariana de Moura Ribeiro / Cristiano Ferreira (Presidente)

Após uma grande reestruturação em 2016, a ACAMAR expandiu para mais de 40 coletores, mais dois municípios e diferentes tipos de destinação de resíduos. A cooperativa também é a única do Sudoeste do Brasil a ter catadores reconhecidos pelo governo como prestadores de serviços públicos. Sobre o sucesso da cooperativa, Cristiano Ferreira, agora presidente, diz: “Temos um objetivo… de fazer ACAMAR, enquanto eu sou presidente, uma cooperativa de referência no Brasil.” Seu esforço modelo nos últimos 22 anos levou a impactos positivos para toda a cidade.

Adotando um novo sistema

A ACAMAR começou a participar do Consórcio de Reciclagem Inclusiva de Resíduos (iWrc) em 2021, após uma visita da equipe do IWrc no Brasil, que deu à cooperativa um método de descarte e reciclagem adequada de materiais eletrônicos. Como outros centros de reciclagem, a ACAMAR depende de um modelo de logística reversa, ou de movimentação de mercadorias de seu destino final típico com o propósito de capturar valor, ou descarte adequado. A iWrc, que visa avançar a situação de saúde e financeira dos catadores, tornou-se uma ponte para melhorar seus serviços de descarte de resíduos. “Tivemos um problema de passivo ambiental”, diz Ferreira. “Tivemos todo um processo de desmonte de eletrônicos, mas estávamos deixando grandes passivos”, (material não reciclado).

Através do iWrc, eles aprenderam métodos para descartar eletrônicos corretamente, dando a esses materiais um destino final. As mudanças ajudaram a cooperativa a ganhar mais valor com os eletrônicos que coletavam. “Além do valor, conseguimos vender os tubos (TVs), que até então não tinham solução [de ponta prática].”

In addition to seeing electronic waste properly recycled, iWrc also offered the cooperative a chance to implement systems and best practices that would benefit their cooperative members. As an iWrc implementing partner, SAI visits waste-picking cooperatives and helps to measure and improve their Social Fingerprint, covering issues such as health and safety, wages and hours, and protections against forced and child labor.

iWrc also helps them prioritize areas for improvement, develop an improvement plan, and implement management systems through targeted training and capacity building. Social Fingerprint has helped ACAMAR improve their understanding of socially responsible practices and provided them with a concrete method of documenting and improving their social performance. This, in addition to an internal Social Performance Team (SPT), which includes waste picker representatives, are always at their disposal to help manage improvements and solve problems that may arise.

Improving their Social Fingerprint

While iWrc has helped ACAMAR understand and implement good practices for their waste picker members, their journey has not been without challenges. For example, they found there was a significant learning curve after adding a new grievance mechanism. According to SPT member, Brenda Macedo de Paula, the suggestion box was very difficult to manage in the beginning. “We understood the need, but also, we noticed, that many people come with complaints that are superfluous,” she says.  “Now we are trying to respond to all requests from the staff, in the fairest, clearest way, so that they understand… the real meaning of having a suggestion box, which is precisely to improve our procedures.”

From left to right: Priscila Aparecida Lopes / Brenda Hellen Macedo de Paula / Ana Cristina Ferreira (SPT members)

Ultimately, addressing the criticisms from cooperative members and educating them about “the real meaning of the suggestion box” has helped them both improve their procedures and adapt to a new method. “I think it’s very important, where we end up learning more about the human being and respecting each other’s space,” says Ana, another SPT member. “To be a reference, you have to follow some norms, some rules, you know, and adapt to the legislation,” says Ferreira. “We know that it is necessary, and we end up doing it, not because [we like] it but because it is necessary [to be successful].”

Embora possam ser desafiadores de implementar, esses procedimentos acabam beneficiando como seus negócios são feitos. “Precisamos ter esses procedimentos para que as pessoas entendam como é trabalhar… não apenas empresas, mas cooperativas”, diz Macedo de Paula. “Também ajuda no desenvolvimento dessas pessoas.” A ACAMAR e outras cooperativas que participam do iWrc demonstraram como o desenvolvimento de uma força de trabalho resiliente e sistemas sustentáveis internamente ajuda a criar mais sistemas resilientes e um mundo mais sustentável fora de suas comunidades.

Facebook
Twitter
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

Futura parceria com o CAPS

Hoje recebemos a terapeuta ocupacional do CAPS, @maaysa_ Acompanhada do assessor da Prefeitura de Capão Bonito, Paulo Bugni. Que vieram conhecer o espaço e as atividades realizadas

Serralheria e Marcenaria ACAMAR

A ACAMAR possui uma Serralheria e Marcenaria, onde todo RCC (resíduos sólidos da construção civil) recebem a destinação correta. Nosso cooperado senhor Henrique, recebe esse

Visita da Cooperasa de Sarapuí

Hoje recebemos a visita do presidente e pessoal da @cooperasa2022 – Cooperativa de Recicláveis de Sarapuí. Que aproveitaram conhecer mais da ACAMAR para somarmos experiência.

ACAMAR fazendo agrofloresta!

Na tarde de hoje nosso cooperado Paulo finalizou o plantio de 40 pés de bananeiras. Sistema implantado para plantio de alimentos de forma sustentável. Aqui